Me segue que eu te Sigo | Por que não fazer?

Me segue que eu te Sigo | Por que não fazer?

Me segue que eu te Sigo | Por que não fazer?

Você já recebeu aquela mensagem ou comentário que diz assim: me segue que eu te sigo?


Acho que independente do tamanho do seu perfil e do seu segmento você já deve ter passado por algum comentário ou mensagem direta onde alguém sugere a troca de follows e hoje eu quero falar o porque de não fazer e te doutrinar a não ser a pessoa que pede para ser seguida.

Entenda primeiramente que quando escolhemos atuar de forma profissional na internet a qualidade dos nossos seguidores e do público em geral que consome os nossos conteúdos é muito importante.

Sabendo disso é notável que a partir do momento que você tem seguidores qualificados a tendência é ter sempre um bom engajamento, uma boa aceitação do conteúdo, bons resultados em campanhas de vendas e conversões pois você estará passando um conteúdo para pessoas que necessitam desse conteúdo.

Quando você começa a seguir ou pedir para ser seguido esse tipo de conexão acaba e pessoas de todos os tipos vão te seguir. Cada uma com seus motivos, mas no fim o que precisamos é de pessoas com potencial de nos gerar conversões e sendo uma troca de follows você vai ter um perfil até bom em números mas em resultados muito péssimo.

As pessoas devem entender que hoje em dia os números são meros detalhes. Lembra do instagram que removeu os likes das fotos, incentivando o público a curtir o que realmente gosta, conteúdo que realmente gera impacto e conexão?

Não há propósito em contas que são construídas nessas trocas de seguir e o mais louco de tudo é que quem faz sempre se arrepende em um momento bastante difícil de reverter. 

É sim possível limpar contas, mas o trabalho que dá é bem grande!

E antes que me esqueça, não seja a pessoa que comenta nas fotos dos outros e manda directs pedindo para trocar follow, pelo amor de Deus isso é chato e fica feio para você esse tipo de atitude.

Queira nas suas redes sociais pessoas que gostam de você, do seu conteúdo, do seu propósito.

Desapegue das métricas da vaidade, pare de se basear em perfis de outras pessoas. Cada um tem seu brilho, seu merecimento, cada conta tem seu estilo e abordagem e por mais que não queira admitir, cada um colhe o que planta.

Se você opta por se dedicar a seu perfil, gerando valor, entregando soluções para os problemas das pessoas, com o tempo, qualidade e consistência tudo toma forma, os seguidores chegam sozinhos, dia após dia, numa crescente.

Nada que vem fácil pode ser considerado de bom agrado quando falamos de redes sociais, SEMPRE há um preço a se pagar!

Pense nisso!

Beijos
Thais

Nenhum comentário

Postar um comentário